“De todos os lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.” 2 Coríntios 4:8-9 

Você já ouviu esta história de que vaso ruim não quebra? Ela serve para ilustrar nossa reflexão, mas vamos olhar de uma forma diferente para este dito sob a luz da Palavra de Deus. 

Cantamos, declamamos e pregamos muitas vezes que somos um vaso nas mãos do Senhor, mas quando a tribulação vem nos quebra de tal maneira que fica até difícil juntar todos os cacos para seguir em frente e continuar nossa caminhada. Deus vem nos ensinar que quando estamos firmados com Cristo e cheios de Sua presença, nos tornamos vasos fortes que não se quebram. 

Quando entregamos o controle de nossa vida a Deus e confiamos Nele podemos ver um incrível milagre acontecer em nossa vida. Leia comigo o versículo 7: “Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós.” 

Você consegue perceber a verdade gloriosa que aqui se encontra: mesmo sendo fracos, pobres e pecadores, parecidos com frágeis vasos de barros, quando somos cheios do Espírito Santo guardamos dentro de nós a joia de maior valor que é o Evangelho de Cristo e isto agora nos transforma em fortes vasos. 

É claro que o cristão sofre, a dor e as angústias fazem parte da vida de todo ser humano e essa situação somente será mudada no dia em que Cristo virá nos levar. A diferença entre nós e aqueles que não vivem com Ele é a forma que vivemos e lidamos com nossas dores e sofrimentos. 

Vasos podem conter rachaduras, riscos, escoriações, mas quando guardam a presença do Senhor nunca podem ser quebrados. Somos pressionados, os problemas apertam nosso coração chegando a ficar difícil de respirar, mas nos lembramos de que Ele nos disse: “vinde a mim os que estão cansados e Eu os aliviarei”. Pronto, basta essa palavra para nos erguermos novamente, respirarmos fundo e continuarmos. 

É difícil habitar num lugar onde a maldade aumenta a cada dia, o mundo é mal e suas chagas aumentam. Como reagir diante de tanta falta de amor, pais estuprando filhos, filhos matando pais. A morte se tornou algo tão banal e de preço tão baixo que vemos muitos morrendo por conta de quantias ínfimas. Ficamos perplexos, mas não nos desesperamos, pois lembramos novamente que Jesus disse: “no mundo vocês terão aflições, mas não se preocupem, pois Eu venci o mundo”. 

E como ser um vaso forte quando todo mundo procura enfraquecê-lo ou quebrá-lo?  Vemos a televisão, os jornais e todo tipo de mídia querendo enfraquecer o nome de cristão. Por conta de alguns nos colocam como “farinha do mesmo saco” de pseudo pastores corruptos, homicidas e depravados, como se todos nós fossemos iguais.  

Como não se abater vendo o nome de Cristo sendo jogado no lixo por pessoas que deveriam nos representar? Somos perseguidos também por levar a verdade do evangelho de Cristo quando ela é contrária ao modismo e aquilo que o mundo acredita ser o melhor caminho. Tente se manifestar contrário a qualquer ideologia mundana (homossexualismo, infidelidade, licenciosidade) e você verá um “exército” de extremistas o atacando e procurando te destruir. 

Somos abatidos, mas não somos destruídos. O poder de Cristo e a certeza de sua presença ao nosso lado é aquilo que nos reanima. Como se esquecer de Sua promessa: “Eu estarei contigo até o último dia”. Por isso, mesmo perseguidos ou abatidos não abaixamos a cabeça, sabemos que a Verdade é a Palavra e nos pautamos nela, doa a quem doer, confrontando a quem quer que seja, preferimos ser amigos de Deus e inimigos do mal.  

Lembre-se sempre dessas palavras: “Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.” Romanos 8:37

Meu querido irmão, creia no que a Palavra de Deus ensina, estamos num processo para alcançarmos a vitória. Em meio às lutas e tribulações podemos encontrar vitória em Cristo. Não por nossas forças, mas por sabermos que guardamos dentro de nós o maior dos tesouros que é a presença de Cristo que nos faz prosseguir firmes para o alvo. 

Vaso cheio do Espírito não quebra! 

Por: Ricardo Rodrigues

Fonte: Sou da Promessa

Categorias: Reflexões